Ultrassonografia Morfológica Básica



Ultrassonografia Morfológica Básica

  • 018 Horas de duração
  • 12 Aulas
  • 1 Módulos
Parcele em 4x R$ 694,46 (ou R$ 2.600,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!
Francisco Herlânio Costa Carvalho

Reconhecer os padrões de normalidade e as suas variações, além de identificar as malformações fetais mais prevalentes diagnosticáveis ao ultrassom no 1º e 2º trimestres.

Programação:

  • Sexta (29/11) - 19 às 22h 
  • Sábado (30/11) - 08 às 18h
  • Domingo (01/12) - 08 às 12h

Coordenação:
Dr. José Carlos Godeiro Costa Junior
Dra. Renata Cavalcante Lima Coêlho

1 mês Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 mês após a matrícula.

Médicos Radiologistas, Ginecologistas, Obstetras, Ultrassonografistas e Residentes.

Francisco Herlânio Costa Carvalho
""


Médico formado pela Universidade Federal do Ceará (CRM-CE 5816);
Residência médica em Ginecologia e Obstetrícia na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand-UFC;
Mestrado e Doutorado em Obstetrícia (Serviço de Medicina Fetal do Prof. Moron) - Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP;
Fellowship em Medicina Materno Fetal BCNatal (Centro de Medicina Maternofetal y Neonatal Barcelona. Hospital Clínic y Hospital Sant Joan de Déu, Universidad de Barcelona) (Serviço de Medicina Fetal do Prof. Gratacós) - Espanha;
Programa de observership (estágio de curta duração) no setor de Medicina Fetal do King’s College Hospital – Harris Birthright Center in Fetal Medicine Foundation, em Londres (Serviço de Medicina Fetal do Prof. NIcolaides) – Inglaterra;
Training Course on Fetoscopy an Updates on Fetal Surgery no Minimally Invasive Surgery Centre Jesus Uson, Cáceres - Espanha.
Títulos de “Especialista em Ginecologia e Obstetrícia” (FEBRASGO/AMB );
“Habilitação em Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia” (CBR/FEBRASGO/AMB);
“Habilitação na área de atuação de Medicina Fetal” (FEBRASGO/AMB);
Certificação pela Fetal Medicine Foundation de Londres para Rastreio de Anomalias Cromossômicas no I trimestre – Inglaterra;
Professor Adjunto do Departamento de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará;
Professor Efetivo dos Programas de Pós-graduação em Saúde Coletiva e Mestrado Profissional em Saúde da Mulher e da Criança - UFC;
Atuou como membro das Comissões Nacionais Especializadas de "Assistência Pré-Natal", "Gravidez de Alto Risco" e "Medicina Fetal" (FEBRASGO);
Coordenador do Serviço de Medicina Fetal da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand-UFC;
Diretor Técnico da Feminimagem (Clínica de Imagem Médica da Mulher) - Fortaleza-CE.


Renata Cavalcante Lima Coêlho
""


Graduação: Centro Universitário Christus – UNICHRISTUS.
Residência Médica: Radiologia e Diagnóstico por Imagem no Instituto de Radiologia da Universidade de São Paulo (InRad – FMUSP).
Pós Graduação: Especialização em Ultrassonografia Geral e Doppler na Universidade de São Paulo – Instituto de Radiologia (InRad – HCFMUSP).
Docência: Preceptor da Residência Médica em Diagnóstico por Imagem e Radiologia do Hospital São Carlos/Clinica São Carlos Imagem
Docência: Coordenadora e Professora da Pós-Graduação em Ultrassonografia Geral – Instituto São Carlos de Ensino e Pesquisa/Centro Universitário Farias Brito (FBUNI).


Conteúdo Programático

  • 1. Practice guidelines for performance of the routine mid-trimester fetal ultrasound scan
  • 2. Systematic review of first-trimester ultrasound screening for detection of fetal structural anomalies and factors that affect screening performance
  • 3. ISUOG Practice Guidelines- performance of first-trimester fetal ultrasound scan
  • 4. Orientações práticas da ISUOG- realização do exame de ultrassonografia de primeiro trimestre
  • 5. First trimester fetal anatomy study and identification of major anomalies using 10 standardized scans
  • 6. Society for Maternal-Fetal Medicine (SMFM) Consult #40- The role of routine cervical length screening in selected high- and low- risk women for preterm birth prevention
  • 7. Placenta ISUOG
  • 8. Orientações práticas da ISUOG: realização do exame de ultrassonografia de primeiro trimestre
  • 9. ISUOG guias práticos: rastreamento ultrassonográfico de malformações cardíacas fetais
  • 10. ISUOG Practice Guidelines: invasive procedures for prenatal diagnosis
  • 11. Orientações práticas para a realização da triagem ultrassonográfica fetal de rotina no segundo trimestre (ultrassom morfológico)
  • 12. ISUOG Practice Guidelines: role of ultrasound in screening for and follow-up of pre-eclampsia

Dúvidas Frequentes

Não, nenhum curso de pós-graduação confere esse título, seja Stricto, Lato Sensu ou de Aperfeiçoamento. Há somente 2 formas que levam o médico a obter a Especialização Médica: A Residência Médica reconhecida pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM); e as provas de título e habilidades das Sociedades de Especialidades filiadas pela Associação Médica Brasileira (AMB).
Os cursos ofertados na modalidade Lato Sensu são autorizados pelo Ministério da Educação (MEC) através do Centro Universitário Farias Brito (FB UNI). O certificado emitido após conclusão do programa total do curso é válido em todo o território nacional, podendo ser utilizado para comprovação de fins acadêmicos ou para concursos que exigem pós-graduação.
Voltar ao topo